Medo maternal

O que mais nos preocupa nessa mudança toda são as meninas, naturalmente. Sabemos que nós dois damos conta do recado, sabemos que mesmo que odiemos a experiência conseguiremos levá-la a cabo. Mas e as meninas? Quais são as consequências na vida delas? Quais serão os frutos dessa mudança radical que elas colherão?

O mais lógico é que elas aprendam a língua. E, conforme nos é dito, o cérebro delas está na fase esponja, de absorver tudo. Legal. Sabemos também que elas terão mais facilidade de adaptação. Isso também é positivo. Mas positivo o suficiente para suprir as privações que esta mudança também traz?

O que chamo de privações são a falta de contato íntimo e constante com a família (avós, tios e primos, principalmente) e a falta de laços afetivos “firmes” com amigos. E falo disso por experiência própria.

Já morei em 8 cidades e estudei em 13 lugares diferentes, ou seja, conheci muita, muita gente. Fora as da vida profissional e as que conhecemos por intermédio de amigos em comum. E tenho poucos amigos amiiiigos mesmo. Talvez quem tenha morado em uma só cidade e estudado em uma escola e uma universidade a vida toda também tenha poucos amigos, mas eu temo que, comigo, isso seja fruto de inúmeras mudanças. Eu não sou tímida e, acho eu, não sou insuportável (na maior parte do tempo, pelo menos), e seria natural que eu tivesse muitos amigos, mas não os tenho. E sinto por isso, de verdade.

Então esse, hoje, é o meu maior medo em relação as meninas, delas sofrerem do mal dos “poucos amigos”. Não acho que seja o maior medo do marido, acho que ele se preocupa com a adaptação delas, com a fase do até aprender o inglês e com a dependência delas comigo (com quem estarão a maior parte do tempo).

Mas eu não, eu tenho medo delas terem somente amigos superficiais. Não que eu ache que as pessoas queridas que convivi/convivo sejam superficiais, nada disso. Só acho que essas amizades não tiveram tempo de maturação, não passaram por altos e baixos e, por isso, são amigos/conhecidos/colegas. Mas não são amiiiiigos.

Tá, eu sei que elas são novas e que tem muita água pra passar debaixo da ponte. Eu sei. Mas eu, como a grande maioria das mães (pelo menos as que eu considero mães de verdade), não quero que as meninas sofram. Quero amenizar toda a dor que elas puderem sentir. Pode isso, Arnaldo?

Só pra não perder o hábito: foto delas na mesinha nova. Elas, felizmente, têm uma à outra, são super amigas, se dão super bem! Isso, de verdade, já me acalma um pouco, se fosse só uma acho que eu estaria catando criança pelo braço pra fazer amizade com a minha filha! Rs

20130819-232542.jpg

Anúncios

7 pensamentos sobre “Medo maternal

  1. Como você falou elas tem uma a outra e isso… Isso ñ tem preço nada se compara a uma irmã. Somos diferentes e estaremos sempre juntas isso é a maior certeza que tenho nessa vida. Amigos íntimos contamos nos dedos, né Fravia? E acabam que viram amigos irmãos.
    Mudar de um lugar para o outro é muito difícil e dificulta muito a interação social, mas as duas são extremamente simpáticas, amorosas, cuidadosas, amigas e tem outras infinitas caracteristicas cativantes que vão facilitar a interação social delas. Elas vão tirar de letra!

  2. Flavia,
    Amigos ,de verdade, se conta nos dedos da mão.Elas terão muitas oportunidades de faze-los.O que hoje em dia se popularizou via redes sociais são ligações superficiais.Tenho certeza que vocês estão proporcionando uma experiência única e que elas ficarão mais unidas doque nunca!Aflição de mãe é normal afinal queremos sempre o melhor e sem sofrimento.Crescer dói!
    Bom é depois recordar como as coisas aconteceram e vocês terão muito a contar!
    bjs

    • Betty, é verdade! Os relacionamentos são mais superficiais por causa das redes sociais, mas só com elas consigo ter contato c mta gente q eu n teria de outra forma (moram em outras cidades, até países e n são tão íntimos p mandarmos cartas). Mas espero q vc tenha razão, q elas terão mto tempo p fazer amigos e q seja normal de mãe querer amenizar qq sofrimento! Rs Beijos beijos

  3. Normalmente leio o blog do iPhone, mas sempre tento dar uma conferida depois pelo note porque as fotos da capa são tão lindas que fico aqui babando por HORAS!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s